Tocantins

Amastha busca apoio de Marcelo Miranda depois de fechar com Vicentinho

Ex-governador deve sair às rua para pedir votos para Amastha.

  • Publicado em 11/Jul/2018 às 21h50 ( atualizado às 21h54).



Amastha e Miranda juntos nas Eleições Gerais de 2018.

O imprevisível ex-prefeito de Palmas e pré-candidato a governador pelo PSB, Carlos Amastha, surpreendeu mais uma vez ao pedir a presença do ex-governador cassado Marcelo Miranda em seu palanque na campanha que se aproxima.

O convite, segundo o site Cleber Toledo aconteceu durante uma visita de cortesia ao ex-governador Marcelo Miranda (MDB), durante o jogo de Brasil e Bélgica, na última sexta-feira, 6, data em que a seleção brasileira foi desclassificada da Copa da Rússia.

Segundo o site, Amastha ligou para perguntar se seria recebido e foi à residência do ex-governador ao receber o aval. Conforme as fontes, a visita foi de apenas 20 minutos, porque Marcelo e a deputada federal Dulce Miranda (MDB) estavam se organizando para sair de viagem.

Amastha disse a Marcelo que quer que ele, Dulce e o MDB apoiem sua pré-candidatura a governador. O ex-prefeito estava acompanhado de seus dois homens fortes, o vereador Tiago Andrino (PSB) e o ex-secretário de Palmas Adir Gentil (Podemos), que antes já tinha tido uma conversa com o presidente regional do MDB, Derval de Paiva.
Essas pessoas próximas de Marcelo contaram que ele apenas ouviu e manteve uma conversa agradável com Amastha, nada das agressões que sofreu ao longo dos últimos anos foi avocado durante a rápida visita.

No entanto, essas fontes garantiram que Marcelo “não ficará em casa” nas eleições, como chegou a ser cogitado nesta quarta-feira, 11. “O ‘governador’ está muito disposto a ir para a campanha, não ficará em casa, pode estar certo”, avisou uma delas.

Essas fontes ainda disseram que Marcelo vai seguir a decisão que o partido tomar. “Se decidir apoiar o Amastha, o Marcelo estará junto”, garantiu.
O MDB, que ficou de fora da eleição suplementar na expectativa de uma decisão favorável ao ex-governador da Justiça em Brasília, vai se reunir entre os dias 17 e 19 para definir os rumos nestas eleições. Os quatro deputados do partido defendem o apoio ao ex-prefeito de Palmas.

“Velha política” no palanque
Com o apoio do MDB, Amastha coloca parte significativa do que chama de “velha política”, alvo frequente de seus ataques, no palanque. O ex-prefeito já fechou o apoio do presidente regional do PR, senador Vicentinho Alves, que deve ser um de seus companheiros de majoritária.

Amastha ainda tenta arrefecer a irritação da senadora Kátia Abreu (PDT). O ex-prefeito ainda tem mantido diálogo com outro alvo de seus virulentos ataques virtuais ao longo do tempo, o ex-deputado estadual Marcelo Lelis (PV).