Tocantins

Gesto Laurez leva "puxo de orelha" sobre transporte de pacientes at Palmas

Eles saem daqui em um micro-nibus s 04 horas da manh com destino ao Hospital Geral de Palmas (HGP), e se um desses pacientes passar mal durante o trajeto? No tem profissional da sade acompanhando eles, e o poder pblico tem que pensar nisso.

  • Publicado em 09/Ago/2017 s 14h52 ( atualizado s 15h08).




As discussões foram levantadas depois que o vereador Wendel Gomides (PDT) apresentou requerimento Solicitando a disponibilização por parte da secretaria de saúde, de um profissional de enfermagem para acompanhar os pacientes que vão diariamente a Palmas realizar exames e consultas. “Eles saem daqui em um micro-ônibus às 04 horas da manhã com destino ao Hospital Geral de Palmas (HGP), e se um desses pacientes passar mal durante o trajeto? Não tem profissional da saúde acompanhando eles, e o poder público tem que pensar nisso”.

Outra questão levantada foi sobre o exame de ultrassom disponibilizado nos postos de saúde. Segundo o vereador Sargento Jenilson (PRTB), uma gestante procurou-o essa semana para reclamar que não pode fazer o exame de ultrassom pelo programa Saúde da Família devido ao número reduzido de exames que podem ser disponibilizados. “Mesmo ela tendo apresentado complicações, o exame lhe foi negado devido ao limite de atendimentos semanais ou mensais oferecidos pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS), e segundo ela, ao procurar o atendimento foi alegado que a mesma havia feito o exame a menos de 30 dias”.

Ao concluir as discussões os vereadores decidiram convocar o secretário Municipal de Saúde, Vânio Rodrigues para prestar esclarecimentos sobre esses e outros assuntos no âmbito.

Josy Donato/Ascom CMG